O colete salva vidas é um dos equipamentos de segurança mais usados quando o assunto é meio aquático. A quantidade de coletes que devem haver em uma embarcação é no mínimo um colete para cada passageiro, no tamanho ideal, isto inclui as crianças.

A escolha do colete salva-vidas depende do tipo de embarcação. A Marinha do Brasil, de acordo com as Normas da Autoridade Marítima para Homologação de Material (NORMAM 05), reconhece cinco tipos de coletes salva-vidas, classificados de acordo com a forma e condições de uso:

Colete classe I: é indicado para uso em mar aberto, navegação no oceano, dentro do território brasileiro ou internacionalmente, inclui-se também plataformas de pretróleo.

Colete classe II: para navegação nos costões em águas brasileiras até 200 milhas da costa.

Colete classe III: mais indicado para rios, mares e represas. Águas mais abrigadas e calmas.

Colete classe IV: são indicados mais para trabalhadores que atuam próximos à borda de embarcações onde há risco de cair na água.

Colete classe V: normalmente usado em atividades que requer velocidade no meio aquático, como jetski.

Colete auxiliar de flutuação: indicado para atividades aquáticas supervisionadas, piscina e beira mar (águas abrigadas).

Agora que já sabemos qual deve usar em cada atividade, o melhor a fazer é pôr em prática, pois, vale lembra que o colete só salva vidas se estivermos usando ele.

Nossos especialistas sempre são instruídos a conscientizar nossos clientes e instruí-los da melhor forma para escolher o melhor equipamento e o mais adequado. Em caso de dúvidas, pode entrar em contato conosco para uma consulta exclusiva com a nossa equipe.

Gostou dessa dica?

Cadastre-se aqui na nossa lista de assinantes ou acesse nosso site www.papasiri.com para receber informações sobre novos produtos, promoções, dicas, vídeos e muito mais.

Qualquer dúvida é só deixar um comentário abaixo ou entrar em contato pelo e-mail vendas@papasiri.com

Pin It on Pinterest